Água: o melhor dos remédios

Simples, eficiente e sem contra-indicações, a água existe desde os primórdios de nosso planeta, entretanto, convencidos de que as pessoas não conhecem todos os seus benefícios, médicos de todo o mundo começaram uma campanha para divulgação do santo H2O.

A receita é antiga, pelo menos oito copos de água por dia e os efeitos em nosso corpo são imediatos, começando pelo cérebro e passando pelos ossos e intestinos.

Na verdade, é difícil apontar o que a água não faz dentro de seu organismo. Ela transporta nutrientes e oxigênio para as células, dissolve vitaminas e sais minerais dentro delas, ajuda a desintoxicar os rins, dá flexibilidade aos músculos, lubrifica as juntas ósseas e refrigera o corpo ao expulsar pela pele o suor aquecido. Perder apenas 20% dos 40 ou 50 litros do volume total de água do corpo pode ser mortal.

A sede, algo comum em nosso cotidiano, já é um sinal de desidratação. E, se você não beber água, outros sintomas também podem aparecer. Eles começam no cérebro, que é 74% líquido, e se começa a secar, começamos a sentir dor de cabeça, moleza e um pouco de confusão mental. O sangue, que contêm 83% de H2O, também sofre com a falta de água, engrossa, elevando a pressão. A falta de água também faz o apetite desaparecer, prejudicando ainda mais o nosso corpo.

Portanto, não perca tempo, se hidrate sempre que necessário, encha a cara de água, de preferência, de Puríssima!
Fonte: Abril

Deixe uma resposta